Academia Contagense de Letras - acl

*uma flor no asfalto*

Efemerides

Cl?udio Willer convida para lan?amento em S?o Paulo

Posted by academiacontagensedeletras on August 5, 2010 at 10:16 AM

CONVITE

 

 

Com especial satisfação, convido para o lançamento e sessão de autógrafos do meu novo livro, Um obscuro encanto: gnose, gnosticismo e poesia moderna, publicado pela editora Civilização Brasileira.

 

 

LOCAL: Será na Livraria Cultura (Loja Record) do Conjunto Nacional, à Av. Paulista 2073 (a Loja Record ficam na galeria, em frente à entrada principal da Cultura, onde era a loja de livros de informática; há estacionamento conveniado no Conjunto Nacional).

 

 

DATA: Dia 11 de agosto, quarta-feira, a partir das 19 h.

 

 

O livro tem 462 páginas, e já está à venda por R$ 59,90. É a versão editada (com alguma redução e também acréscimos) da minha tese de doutorado em Letras, apresentada à USP em 2008. Na primeira parte, examino e discuto as doutrinas gnósticas (e as polêmicas recentes sobre gnosticismo); na segunda, trato de suas conexões, heterodoxas e paradoxais, com uma diversidade de autores, do Romantismo até hoje: William Blake, Novalis, Nerval, Baudelaire, Rimbaud, Lautréamont, Mallarmé, Pessoa, Breton e surrealistas, Dario Veloso, Hilda Hilst etc.

 

 

 

 

A seguir, neste e-mail: duas citações, duas frases, uma do texto da quarta capa, por Marco Lucchesi, outra da orelha do livro, por Benjamin Abdala Junior; e a reprodução do convite de lançamento, além de informações adicionais.

 

Agradeço retransmissão e outros modos de divulgação, bem como as boas leituras, comentários inteligentes e demais manifestações de interesse e simpatia.

 

 

 

Com a perícia consumada de um piloto e a paciência meticulosa de um cartógrafo, este navio-livro de Cláudio Willer percorreu a belíssima costa de um continente raramente visitado na crítica literária do Brasil. [...]Como se destas páginas emergisse uma espécie de Atlântida esquecida, com suas altas colunas, e toda uma arqueologia de objetos latentes, que iluminam a leitura na criação de belos e mais vastos horizontes.

Marco Lucchesi

 

 

 

Poesia, diríamos, como práxis libertária que dinamiza as recíprocas relações entre sujeito e objeto, motivada, nos poetas aqui estudados, por um sempre móvel obscuro encanto. Poesia como liberdade formal implicada com a heterodoxia, inerente à poesia, discorre Claudio Willer, isto é, como uma busca aberta de sabedoria.

Benjamin Abdala Junior

 

 

 

 

CLAUDIO WILLER é poeta, ensaísta e tradutor. Seus vínculos são com a criação literária mais rebelde e transgressiva, como aquela representada pelo surrealismo e geração beat. Além de Um obscuro encanto: gnose, gnosticismo e poesia, tem, à venda em livrarias, Geração Beat (L&PM Pocket, coleção Encyclopaedia, 2009); Estranhas Experiências, poesia (Lamparina, 2004); Volta, narrativa (Iluminuras, terceira edição em 2004); Lautréamont - Os Cantos de Maldoror, Poesias e Cartas (Iluminuras, nova edição em 2008) e Uivo e outros poemas de Allen Ginsberg (L&PM Pocket, nova edição em 2010).

Categories: None

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments