Academia Contagense de Letras - acl

*uma flor no asfalto*

      BATE-REBATE COM JAQUELINE OLIVEIRA BRANDÃO

Jovem escritora e poetisa radicada na região do Petrolândia, em Contagem, autora de opúsculos artesanais vendidos no corpo-a-corpo com o público e presença na rádio Vitória FM, fala um pouco sobre seu trabalho.  

Para o site da ACL, maio de 2010.

  

Como surgiu a idéia de produzir livros poéticos?

Através de uma cliente, que já havia comprado outros produtos comigo e era dona da Drograria São Luís.

 

 

Qual foi a reação do público ao vê-los?

As pessoas acharam-os interessantes.

 

 

Qual foi o livro mais apreciado pelo público?

Fortes emoções

 

 

Quais foram os poemas mais apreciados?

Misteriosa”, “Um Exemplo Precioso”, “O Casamento Macabro”, “A Primeira Rosa”, que foram declamados na rádio Vitória FM (www.vitoriafm879.com.br)

 

 

Houve algum poema mais elogiado?

O poema mais elogiado pelo público foi “Personalidade”.

 

 

Qual foi o poema que você mais gostou de escrever?

Foi o poema “Misteriosa” por criar um clima diferente.

 

 

Qual foi o livro mais vendido?

Lindíssimos”, acredito por ter sido vendido no bairro Eldorado.

 

 

Seu trabalho se dividiu em etapas? Quantas?

Sim. Em três etapas.

 

 

Certamente, você já falou sobre a primeira etapa. Agora responda: qual foi a coletânea mais admirada pelo público?

Na segunda etapa, a coletânea mais admirada fora o “Tesouro Familiar”.

 

 

E qual você mais gostou de escrever?

Gostei de escrever a coletânea sobre cultura: As Belezas Culturais.

 

 

Houve algum poema marcante?

O poema “Literatura”, usado para homenagear um artista internacional que havia falecido, poema que emocionou o radialista Edson Machado.

 

 

Teve algum livro que a marcou relativo a algum acontecimento pessoal?

O livro “Crescimento Forte: Espiritual” que fora produzido em um momento difícil da minha vida.

 

 

Tem algum projeto especial para a nova etapa dos livros?

Tenho alguns. Mas prefiro guardar segredo.